Sem prazer, Hospital da Restauração

Quando me mudei, um dos rapazes que faziam a mudança deixou a geladeira cair, abrindo um profundo corte em seu joelho. Levei o acidentado ao maior hospital público da cidade, o Hospital da Restauração.

Fachada do hospital

Dados de 2004 que peguei neste artigo dizem que ele tem 535 leitos e fazia mais de 12 mil atendimentos emergenciais por mês.

O rapaz entrou e eu não pude acompanhar. Vinte minutos depois, começaram a chamar os acompanhantes, mas não consegui entrar. Depois a atendente me disse: “É só um corte? Acho que ele não foi atendido não. Aqui e só facada, tiro e acidente grave”.

Recepção da emergência da Restauração

Consegui entrar e o rapaz confirmou: só estancaram o sangue e mandaram ele para outro hospital, que, se não me engano, era o Agamenon Magalhães. A essa altura, o responsável pela mudança já tinha acabado e levou ele mesmo o acidentado.

Enquanto esperava, vi que muita gente aproveita o intenso  movimnto para, assim como no Walfredo Gurgel, em Natal, vender comida, oferecer serviço de táxi e também procurar desaparecidos (isso não lembro se vi no Walfra).

Mural com desaparecidos na Restauração

Uma outra coisa comum aos dois hospitais: a certeza de que só se os políticos fossem obrigados a usar os serviços públicos eles melhorariam. É uma das faces mais cruéis do descaso das autoridades, o maltrato à saúde da população. Obviamente muitas vidas são salvas nesses dois hospitais e certamente há profissionais comprometidos. Mas é certeza também que o serviço e o cuidado com o ser humano não chega a 50% do que deveria ser.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s